Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
TIRAI A PEDRA  (12-02-2018)
CANTINHO DA ORAÇÃO  (10-02-2018)
ORAI SEM CESSAR  (05-02-2018)
CANTINHO DA POESIA  (03-02-2018)
MINHA META
Qual sua meta para 2.018?
Arrumar um emprego
Voltar a estudar
Passar no vestibular
Comprar uma casa
Ser pvomovido na empresa
Realizar um sonho
Nâo tenho meta ainda
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1790 votos)

ONLINE
1
Partilhe esta Página



 

 

 

 s

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


TIRAI A PEDRA
TIRAI A PEDRA

“Não fiquem preocupados dizendo: O que vamos comer? O que vamos vestir?

“Pelo contrario, em primeiro lugar busquem o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhe serão acrescentadas.” (MT. 6, 31.33)

As pedras que nos afastam de Deus

(João 11, 1-44)

1 – A enfermidade

 

2 - Desânimo

 

3 – Incredulidade

 

4 – Comodismo

 

INTRODUÇÃO

 

            Ao ser avisado que Lázaro estava doente, Jesus ainda demorou em chegar a sua casa.  Ele amava o amigo, mas precisava fazer isso para que seus seguidores acreditassem nele, acreditassem que ele podia ressuscitar os mortos, podia dar  vida.

            Quando chegou à casa de Lázaro, já faziam quatro dias que ele estava morto, mas Jesus prometeu devolver-lhe a vida.  Sua irmã Marta não acreditava que ele era capaz de devolver a vida ao seu irmão.  Quando disse que fazia quatro dias que estava morto, ela quis dizer que já havia esgotado toda a esperança de vida, pois até três dias eles ainda tinham esperança.

            Ao chegar no tumulo do amigo, Jesus ordenou aos seguidores que tirassem a pedra que estava na frente do tumulo.  Ele mesmo poderia ter tirado a pedra, mas isso quer dizer que Deus não faz aquilo que está ao nosso alcance fazer.  Ele nos criou com total liberdade de escolher o que queremos para nossa vida, portanto não interfere nas nossas decisões mesmo que elas sejam para  o nosso mal.  Se você quiser usar drogas, ele não vai te proibir porque você é livre, mas vai te orientar para que não faça isso porque é prejudicial para sua saúde.

            Tirar a pedra significa tirar da nossa vida àquilo que nos afasta de Deus.  Que pedra está te afastando de Deus?

            Seja ela qual for, Jesus vai te ajudar a retirá-la do caminho.  Ele não pode tirá-la, mas pode te ajudar a retirá-la.

BOM ESTUDO

 

A ENFERMIDADE

 

TAL de Lázaro tinha caído de cama.   Ele era natural de Betânia, o povoado de Maria e de sua irmã Marta.  Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com perfume e que tinha enxugado os pés dele com os cabelos. Lázaro, que estava doente era irmão dela. 

                Então, as irmãs mandaram a Jesus um recado que dizia: Senhor, aquele a quem amas está doente. (Jo. 11, 1 – 3)

            Por que sofro?  Porque aconteceu isso comigo?  Por quê...?

            Quantas vezes repetimos essas perguntas!  O pior é que nem sempre encontramos uma resposta satisfatória.  Chegamos até a pensar que estamos predestinados a sofrer ou que essa é a vontade de Deus.  Mas será que Deus nos faria sofrer?  Não será o sofrimento conseqüência das próprias atitudes humanas?  Não somos nós os culpados pelo que sofremos?

Vejamos o que é que a bíblia nos diz a respeito deste fato, no livro do Gênesis está um relato que deixa bem claro a questão do sofrimento humano:

                               “Comereis de todos os frutos das árvores do jardim, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comereis e nem tocareis nele, pois no dia em que dele comerdes, certamente morrerás.” (Gn. 2 15-17)

            Esta passagem bíblica é muito conhecida, pois faz parte do relato da criação.  Neste relato vemos que tudo o que foi criado, foi criado perfeito, sem mancha de pecado, mas ao lermos o relato completo iremos ver que essa ordem não foi cumprida pelo ser humano e em conseqüência veio o sofrimento, conforme está relatado no mesmo livro bíblico:

                “Javé Deus disse ao homem: Já que você deu ouvidos à sua mulher e comeu da árvore que te disse para não comer, maldita seja a terra por sua causa. Enquanto você viver, ela se alimentará com fadiga. A terra produzirá espinhos e ERVAS DANINHA. Você comerá o pão com o suor do seu rosto até eu volte á terra, pois dela foi tirado. Tu és pó e ao pó voltará.” (Gn. 3, 18-19)

            Agora ficou bem claro que toda vez que descumprimos uma ordem ou uma lei, sofremos as conseqüências que podem variar de uma simples advertência até uma conseqüência bem mais grave que pode resultar na perda da vida.  Quando Deus disse que morreriam ao comer do fruto proibido, ele não estava falando simplesmente da morte física, mas também da morte espiritual.

Morrer não significa simplesmente deixar de viver, pois existem muitas pessoas que aparentemente estão vivas, mas espiritualmente estão mortas, ou seja, pessoas que estão fisicamente vivas, mas não tem nenhuma esperança na vida, vive reclamando de tudo, são pessimistas e não tomam nenhuma atitude para mudar a situação em que vivem.  Estas pessoas estão espiritualmente mortas.

            Na bíblia encontramos um relato que fala de mortos vivos, ou seja, pessoas espiritualmente mortasEstá em Ezequiel 37, 1-28.

 

O QUE SÃO ENFERMIDADES?

 

            Enfermidade é tudo o que desvia nossa mente das coisas sagradas para nós mesmos.  Uma mente enferma não consegue ver o sofrimento do próximo, só vê os seus próprios problemas, suas próprias dores.  Muitas vezes uma enfermidade pode ser causada por agentes estressores como problemas sociais, biológicos ou psíquicos (Mentais).  Por exemplo, uma pessoa que perde o emprego e não vê outra saída para sustentar sua casa e pagar suas contas, começa a perder noites de sono, sentir dores de cabeça por não dormir o suficiente, começa a perder o apetite e sentir o corpo fraco, sem contar as pressões causadas pelos seus credores que nem sempre compreende a situação.  Diante de um quadro deste, essa pessoa passa a ter problemas conjugais, pois tudo o que importa para essa pessoa é resolver os seus problemas, sem se importar com os problemas do próximo, mesmo que este próximo seja alguém de sua família.

            Diante desse quadro, podemos dizer que esta pessoa está ESTRESSADA

O QUE É ESTRESSE?

 

            Estresse é o conjunto de reações do organismo a agressões de ordem física, psíquica, infecciosa e outras, capazes de perturbar-lhe a tendência à estabilidade do meio interno do organismo.

            Nosso corpo como um todo psicofísico responde as várias solicitações através de adaptações.  Essas adaptações dão início a mecanismos de defesa contra o estresse, que se desenvolve em três fases:

1 – Reação de alarme

2 – Fases de Resistência

3 – Fases de exaustão

             O sistema nervoso e o sistema endócrino desempenham papéis destacados na evolução adaptativa que vai culminar no estresse.

            Quando o processo de adaptação está exausto, a resistência cai completamente, abrindo as portas para as doenças psicossomáticas.  A despeito da presença de agentes estressores tais como tensão nervosa, ferimentos, infecções, poluição ambiental, desemprego, o organismo tenta adaptar-se continuamente, até que a intensidade ou a permanência dos agentes estressores esgotem os mecanismos de adaptação, sobrevindo à queda da homeostase (o equilíbrio dinâmico do organismo).

            Quando estamos tensos, apertamos o botão nervoso do “alerta geral” que vai atuar sobre as glândulas supra-renais.  Estas vão liberar na corrente sanguínea adrenalina e corticóide (hormônios que atuam no sistema circulatório) que, por sua vez, vão atuar sobre outras áreas aumentando o açúcar no sangue, a gordura colesterínica, a redistribuição do sangue para aumentar a força muscular, à dilatação das pupilas para permitir ao máximo a entrada de luz, o aumento dos batimentos cardíacos, enfim, uma formidável mobilização para poder nos permitir uma das duas possíveis opções: enfrentar ou fugir.

ENFRENTAR

Se a ameaça que mobilizou todo esse aparato puder ser combatida de forma adequada, segue-se o relaxamento e o cansaço físico e com ele, o repouso merecido.

FUGIR

            Por outro lado o “fugir” porque a situação exige, não desativa o estado de “alerta” e o estresse e a insônia seguirão seu curso.

            Quando o organismo é continuamente sobrecarregado por tensões, a reação de estresse será seguida por depressão na esfera psíquica e na física por queda da resistência imunológica, dando origem à invasão microbiana, virótica ou mesmo à “implosão”, quando o organismo passa a atacar a si próprio, com as chamadas doenças auto-imunes.

 

O QUE SÃO DOENÇAS AUTO-IMUNES

 

São doenças causadas por perda de glóbulos brancos, que são a defesa do organismo.  Podemos dizer que quando o organismo começa a perder glóbulos brancos é sinal de que estamos perdendo vida, pois sem as defesas o organismo não resiste à invasão de vírus.

            Os hábitos nocivos à saúde fazem com que os mecanismos de adaptação se esgotem, preparando assim o caminho para o desencadeamento das doenças.

            Quando as pessoas, já sobrecarregadas por hábitos nocivos, recebem o impacto dos agentes estressores, os estímulos atuam como estopim.  Veja o quadro a seguir:

Ambiente poluído

Afecções respiratórias, afecções da pele, afecções otorrinolaringológicas, alergias em geral.

Alimentação inadequada

Azia, gastrite, diarréia, prisão de ventre, úlcera.

Atividades físicas desequilibradas

Apatia, depressão, diminuição da memória e da concentração, irritabilidade.

Frustrações, desgostos,

Preocupações, perdas

 

Ansiedade, alterações cíclicas do humor, hipertensão arterial, impotência.

            O ser humano é movido a constantes variações dessas esferas, e é justamente entendendo-se convenientemente essas ações que somos capazes de manejá-las.  Veja o quando abaixo:

BIOLÓGICO

SOCIAL

PSICOLÓGICO

Condições climáticas, poluição, toxinas alimentares

Crise econômica, dívidas, problemas no trabalho

Conflitos conjugais, notícias desagradáveis, paixões

            O estresse só é determinado pela união de três fatores.  Por exemplo:

TOXINAS ALIMENTARES + CRISE ECONÔMICA + CONFLITOS CONJUGAIS =

  ÚLCERA GASTRICA, DEPRESSÃO, PROBLEMAS INTESTINAIS, ETC.

            A tendência do ser humano sempre foi fugir dos problemas, mas de forma inadequada.  Uns se refugiam nas drogas, outros no trabalhar em excesso, outros no alcoolismo e assim por diante.  Vejamos o problema do alcoolismo:

            É cada vez maior a associação ALCOOL – ESTRESSE.  Tido como relaxante, o álcool passa a ser consumido segundo este esquema:

SITUAÇÃO ESTRESSORA +  ANSIEDADE + BEBER EXCESSIVO = REDUÇAO DA ANSIEDADE.

            Após essa seqüência se repetir várias vezes, o indivíduo passa a beber cada vez mais cedo para evitar a ansiedade.

SITUAÇÃO ESTRESSORA + BEBER EXCESSIVO =REDUÇÃO DA ANSIEDADE

            O próprio beber excessivo deflagra a ansiedade, agora acrescida da carga do vício.

SITUAÇÃO ESTRESSORA + ANSIEDADE POR BEBER + BEBER EXCESSIVO = REDUÇÃO DA SITUAÇÃO ESTRESSORA > ANSIEDADE + BEBER EXCESSIVO PARA REDUZIR ANSIEDADE DA SITUAÇÃO ESTRESSORA = SITUAÇÃO ESTRESSORA APÓS RESSACA > ANSIEDADE...

         O estresse é a raiz de todo sofrimento humano, assim como a auto-suficiência é a raiz de todo comportamento errado do ser humano.  Todo erro tem suas conseqüências, ou seja, tem um preço. 

         Se o corpo estiver enfermo, a mente também fica enferma e uma mente enferma não consegue raciocinar, ou seja, não consegue ver as maravilhas que o mundo oferece.  Essa pessoa vive só lamentando seus problemas, suas desventuras.  Deus não é o culpado pelas nossas desventuras, nós mesmos somos os culpados.

         Deus está em cada um de nós, e por isso não devemos viver lamentando o sofrimento, pois ele nos ama do jeito que somos e está ao nosso lado mesmo nos momentos mais cruéis de nossa vida.

Ele não ama o pecado, mas ama o pecador.  Se você está sofrendo, dê graças a deus por poder suportar esse sofrimento, pois há pessoas que já sucumbiram no sofrimento.  Se você está se refugiando em hábitos nocivos à saúde, mude de vida antes que seja tarde demais, pois deus te pedirá conta do que fez do seu corpo no dia do juízo final.  O que você vai dizer para Deus naquele dia sobre o que fez de errado com o seu corpo?

        “Em tudo daí graças porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus” (1 Ts; 5 18)

 

NÃO DEIXE QUE A PEDRA DA ENFERMIDADE TE AFASTE DE DEUS. 

 

LEMBRE-SE DE QUE SÓ COLHEMOS O QUE SEMEAMOS.

 

PARA REFLETIR:

01 – João era alcoólatra desde os doze anos de idade.  Aos vinte anos, passou a ter problemas de saúde graves.  De quem é a culpa pelo seu sofrimento?

 

02 – Manoel era usuário de drogas.  Seus filhos se tornaram delinqüentes e hoje são prisioneiros.  Quem são os culpados pelos seus filhos estarem sofrendo?

 

03 – Você acredita que Deus te predestinou ao sofrimento?  Por quê?

 

04 – Se Jesus ressuscitou lazaro, por que não ressuscita os mortos de hoje? 

 

05 – Quais as possíveis conseqüências de desobedecer à lei de Deus?

 

06 – De que forma a enfermidade nos afasta de Deus?

 

07 – Você acredita que estudar a bíblia pode nos ajudar a melhorar a saúde?  Por quê?

 

08 – Você já se sentiu longe de Deus por algum motivo de doença?  Como foi?

 

09 – Em sua opinião, por que existe o sofrimento?

 

10 – Quem criou o sofrimento?  Você acha que foi Deus?  Por que?

 

O DESANIMO

 

                Então Marta  foi ao encontro de Jesus e lhe disse:  “Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido.” (Jo. 11,  21)

            Aconteceu porque era destino.  Deus quis assim.  O mundo não tem mais jeito mesmo.  É meu destino sofrer assim.  Não consigo mudar de vida.

            Quantas vezes você já usou uma dessas frases?  Você acredita em destino?  Você pensa que o mundo não tem mais jeito mesmo?  Deus se alegra com o sofrimento humano?  Você não consegue mudar de vida?  Por quê?

            Todas essas frases indicam desânimo, falta de coragem, falta de lutar para fazer a diferença.  Se você acredita em uma dessas frases ou já as usou, cuidado, pois você pode estar agindo como Marta que foi ao encontro de Jesus desanimada só porque ele não estava lá quando ela queria.  É preciso entender que -muitas coisas não acontecem como queremos, mas que tudo acontece de forma a cooperar para o bem daqueles que amam a Deus.  Se você ama a Deus, certamente não vai acreditar que ele te predestinou para o sofrimento, pois ele é amor e não tem nenhum interesse em ver seus filhos sofrendo.

            Vejamos o que Jesus fala a esse respeito:

                “Eu disse essas coisas para que vocês tenham a minha paz. Neste mundo terão aflições, mas TENHA coragem, eu venci o mundo.” (Jo. 16 33)

            Jesus foi bem claro ao dizer “tenham coragem”, pois sem coragem nada muda.  Nada acontece de diferente; a coragem é o segredo da vitória.

“Jamais alguém chegou ao patamar da glória sem antes galgar os degraus da aflição.”

            Muitos reclamam da vida difícil, mas nada fazem para mudar a situação.  Não tem coragem de lutar para que algo aconteça de diferente.  De nada adianta, por exemplo, um desempregado lamentar e dizer que não consegue emprego e não tentar fazer um curso, procurar esse emprego ou até mesmo encarar o primeiro que aparecer até que apareça outro melhor.

            “O mundo não tem mais jeito.” Você acredita nesta afirmação?  Por quê?  Você já fez de tudo para tentar mudar a situação?

            É muito fácil jogar a culpa pela situação do mundo no sistema político, mas será que tudo é culpa do sistema político?  Se cada um fizer a sua parte, pode ter certeza que algo vai mudar.

            “Deus quis assim.” Essa frase indica desrespeito ao nome de Deus, pois ele não é o culpado pelo que acontece de ruim no mundo.  O culpado somos nós mesmos.

                “Não se iludam, pois com Deus não se brinca.  Cada um colherá daquilo que tiver semeado: quem semeou nos instintos egoístas, neles colherá corrupção.  Quem semeou no Espírito, nele colherá a vida eterna.” (Gálatas 6, 6-7)

                “Israel dizia: o senhor nos abandonou. O senhor se esqueceu de nós.” (Isaias 48, 13)

O povo de Israel havia se afastado de Deus e estavam sofrendo as conseqüências desse afastamento, mas diziam que Deus havia se afastado deles.  O mesmo acontece conosco muitas vezes, pois fazemos o que é errado e depois ficamos lamentando as conseqüências, jogando a culpa no sistema político, mas dificilmente assumimos nossa culpa.  Se o sistema político está falido, a culpa é de cada ser humano, pois o sistema político é formado por pessoas que saíram de famílias como a nossa.  Para solucionar esse problema é preciso ter coragem e lutar pelos ideais.  Não podemos nos acovardar diante de um problema mesmo que seja muito difícil.

Certo dia um pai já cansado de tentar fazer com que o filho lhe deixasse em paz para fazer o trabalho que estava fazendo, mandou que ele fosse montar um mapa do mundo, pois pensou: o garoto não conhece o mundo e certamente vai ficar a noite toda tentando montar o mapa.  Para sua surpresa, em pouco tempo o menino voltou contente com o mapa montado.  Seu pai, surpreso, perguntou como foi que ele conseguiu montar o mapa do mundo se ele não conhece o mundo.  O menino mostrou ao pai o rosto de um homem que estava no verso do mapa.

Ele não conhece o mundo, mas conhece o homem.  Para reconstruir o mundo, é preciso reconstruir o homem que está despedaçado em sua dignidade, em sua moral.

“O mundo não tem mais jeito”.  Certo dia, numa reunião de estudo, alguém disse que o mundo está totalmente perdido.  Não tem mais jeito.  Eu comentei o seguinte: se cada um pensar assim, realmente não terá jeito, mas se cada um fizer a sua parte e tentar mudar ao menos a sua vida e a da sua família, certamente alguma coisa mudará na sociedade.  Se você acha que o mundo não tem mais jeito, leia a história da mulher samaritana que está em João 4, 1-45, onde Jesus anuncia a palavra a um povo que era considerado pela sociedade com um povo irremediavelmente perdido e veja qual foi o desfeche desta historia. 

            Quando você estiver super cansado, lembre de uma coisa: quantas vezes Jesus caiu no caminho do calvário?  A Bíblia nos diz que foi três vezes, mas esse número é apenas uma forma de dizer que ele, sendo Deus, também caiu diante do sofrimento, mas o mais importante é que ele se levantou todas as vezes que caiu.  Cair é normal, o que não é normal é ficar caído, ou seja, ficar lamentando as desventuras.  Se algo deu errado na sua vida, dê a volta por cima e recomece a sua caminhada sem DESÂNIMO, pois quem desanima não consegue chegar ao topo da montanha.

NÃO DEIXE A PEDRA DO DESANIMO TE AFASTAR DE DEUS

 

PARA REFLETIR:

 

01 – Por que o povo de Israel dizia que Deus havia se esquecido deles?

 

02 – Você acha que o mundo atual tem soluções?  Quais?

 

03 – O que acontece com quem desanima?

 

04 – Por que Jesus caiu no caminho do calvário?

 

05 – O que devo fazer para ser vencedor na vida?

 

06 – Em algum momento você sentiu desanimo?  Como foi?

 

07 – Você acha que é possível mudar o mundo?  Como?

 

08 – O que devo fazer quando tudo dá errado em minha vida?

 

09 – Como Jesus reagiu ao problema do desanimo?

 

10 – Qual foi a mensagem de Paulo aos Gálatas? (Gálatas 6, 6-7)

 

A INCREDULIDADE

 

            Então Jesus falou claramente para eles: lázaro está morto.  eu me alegro por não termos estado lá para que vocês acreditem.  agora vamos para a casa dele.  então tomé, chamado gemeo disse aos companheiros: vamos nós também morrermos com ele. (Jo. 11,14–16 )

            Se você perguntar se as pessoas têm fé, certamente todos vão dizer que tem, mas o que significa ter fé?  Na bíblia temos uma definição para fé que está no livro de Hebreus 11, 1:

                A fé é um modo de já possuir aquilo que se espera, é um meio de conhecer realidades que não se vêem.

            Em outras palavras, podemos dizer que fé é a alavanca que move o mundo, ou seja, é o combustível que faz o cristão caminhar.  Sem fé é impossível agradar a Deus, dizia o apostolo Paulo na carta aos Hebreus capítulos 11.  Lemos no verso dois:

                Foi por causa da fé que os antigos foram aprovados por Deus. 

            Se você ler o capitulo todo, vai ver que todos os que venceram as ciladas do inimigo, venceram pela fé.  Jesus quando fazia uma cura, dizia: a tua fé te curou.    Somente a fé é capaz de nos tornar vitoriosos neste mundo de aflição.

            Quando Jesus disse a Marta que seu irmão ressuscitaria,  ela não teve fé nas palavras de Jesus.  Marta representa aqueles que esperam por um milagre instantâneo, mas não querem ter dificuldades para conseguir esse milagre.  Esperam que tudo aconteça da noite para o dia, num toque de mágica, mas não foi isso que Jesus ensinou.  Ele ensinou que devemos pedir e ter paciência, esperar que no momento certo as coisas acontecem.  No sermão da montanha ele disse que devemos colocar em primeiro lugar a palavra de Deus e tudo será acrescentado. (Mt. 6, 33)

            É muito comum pessoas procurarem uma igreja quando estão em apuros, doentes, com problemas na família, mas não querem assumir um compromisso com Deus, querem apenas um milagre.  Acham que igreja é pronto-socorro que se procura apenas nos momentos difíceis.

            Certo dia, conversando com uma pessoa que dizia que estava com problemas em sua vida, eu disse a ela que participasse dos grupos de oração.  Ela então  me disse que já havia participado algum tempo antes, mas ao resolver seu problema não participou mais.  Podemos ver neste caso uma pessoa de caráter semelhante ao de Marta, só procura Deus quando tudo vai mal. E você, se Lembra de Deus quando tudo está bem?  Ou só quando está com problemas?

            Se você e daqueles que se lembra de Deus somente quando está com problemas, não se esqueça de que ele deve estar com você em todos os momentos.  Se você tem fé que ele pode mudar sua vida, não deixe de procurá-lo hoje mesmo.  Amanhã poderá ser tarde demais.

            Deus não é pronto-socorro, mas também não deixa de atender os que vão até ele nos momentos de desespero.  Não importa qual é o seu problema, busque a Deus hoje mesmo.  Ele te livrará de todo mal. Acredite.

         NÃO SE ESQUEÇA DE RETIRAR DO SEU CAMINHO A PEDRA

DA INCREDULIDADE, POIS ELA TE AFASTA DE DEUS.

.

PARA REFLETIR:

01 – O que significa ter fé?

 

02 – Por que Marta procurou Jesus?               

 

03 – Quais personagens bíblicos venceram pela fé?

 

04 – Você tem fé em Jesus?

 

05 -  Você acredita que Deus atende os que o procuram?

 

06 – em que momento da vida devo procurar a Deus?

 

07 – Você conhece alguém que foi curado pela fé?  Como foi?

 

O COMODISMO

 

                “Jesus disse: Eu não lhe disse que se vocês acreditarem verão a gloria de Deus?  Dizendo isso gritou bem forte: Lázaro, sai para fora.  O morto saiu.  Tinha os braços e as pernas amarrados com panos e o rosto coberto com um sudário.  Jesus disse aos presentes: Desamarrem e deixem que ele ande.” (João 11, 40. 43-44)

            A atitude das pessoas que seguiam Jesus é, muitas vezes, a atitude de muitos que hoje em dia se dizem cristãos.  Ser cristão sem fazer nada é muito fácil, mas ser cristão verdadeiro exige renuncia, compromisso e atitudes positivas. 

            Desamarrar o ressuscitado é acolher aquele irmão que volta do mundo do pecado, todo despedaçado, sujo, maltrapilho e amarrado pelo pecado que o fez escravo.  É dar a esse irmão condições de caminhar com as próprias pernas, ou seja, condições de ser gente, de ser um ser social.  Quando alguém cai no pecado deixa de ser gente para a sociedade e passa a ser um excluído, um desprezado.  Jesus veio dar ao mundo um novo jeito de ver a pessoa que Deus criou à sua imagem e semelhança e que, por algum motivo, se afastou dos planos dele.  De nada adianta dizer que é cristão e não fazer nada pelos que sofrem neste mundo.  É preciso olhar para os lados e ver que muitos estão morrendo sem esperança.

            O profeta Isaias fala do verdadeiro jejum:

                               “O jejum que eu quero é este: acabar com as prisões injustas, desfazer as correntes do jugo, por em liberdade os oprimidos e despedaçar qualquer jugo.  Repartir  a comida com quem passa fome, hospedar em sua casa os pobres sem abrigo, vestir aqueles que se encontram nus e não se fechar à sua própria gente.  Se você fizer isso a sua luz brilhará como a aurora, suas feridas vão sarar rapidamente, a justiça que você pratica irá à sua frente e a gloria de Javé virá acompanhando você.” (Isaias 58, 6-8)

 

             Se você ler o capítulo 58 todo do livro de Isaias, vai ver que o profeta faz um apelo ao povo para que volte a adorar ao Deus verdadeiro, pois o povo adorava os ídolos e se esquecia do Deus verdadeiro.  Quando algo dava errado na vida deles, eles achavam que Deus estava castigando e corriam para fazer sacrifícios de animais, pensando que assim Deus os livraria dos seus pecados, mas ele está mais preocupado com a justiça do que com o sacrifício de animais.  Não adianta sacrifícios, penitencias e tudo mais para manter aparência de bom cristão, é preciso fazer algo mais que manter aparência: é preciso lutar pela justiça, lutar pelos que sofrem.

            Tiago fala em sua carta que a verdadeira religião consiste em acolher o órfão, a viúva e os que sofrem por falta de justiça.  Não adianta freqüentar a igreja toda semana e não fazer nada pelos sofredores, pelos que estão mergulhados no mundo das drogas, vivendo sem esperança.  É muito fácil olhar para os que sofrem e dizer que não temos nada com isso, mas e se isso acontecer com alguém de sua casa, você vai dizer a mesma coisa?  Se for um filho seu, o que você vai dizer?  Será que vai dizer que não tem nada com isso?

            Jesus deixou sua gloria no céu e veio morrer por cada um de nós.  E nós, o que estamos fazendo pelo nosso semelhante?  Deus não vai fazer aquilo que podemos fazer, ele não vai realizar a nossa missão.  Cada um de nós tem uma missão a cumprir e no ultimo dia Deus vai perguntar o que fizemos da vida que ele nos deu.

                “Quando o filho do homem vier na sua gloria, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso.  Todos os povos da terra serão reunidos diante dele e ele separará uns dos outros assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos.  Ele colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.  Então o Rei dirá aos que tiverem a sua direita: venham vocês que são abençoados do meu pai.  Recebam o reino que ele lhes preparou desde a fundação do mundo, pois estava com fome e me deste de comer; estava com sede e me deste de beber; era estrangeiro e me acolheste em sua casa; estava nu e me vestiste; estava doente e foste me visitar.  Eu garanto a vocês que, todas as vezes que fizeste isso a um dos meus pequeninos irmãos, foi a mim que o fizeste.

                Depois o rei dirá aos que estiver a sua esquerda: afastem de mim, malditos.  Vão para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.  Porque eu estava com fome e não me deste de comer; estava com sede e não me deste de beber; era estrangeiro e não me acolheste em sua casa; estava nu e não me vestiste; estava doente e não foste me visitar.  “Eu garanto a vocês que, todas as vezes que deixaste de fazer uma destas coisas a um dos meus pequeninos irmãos, foi a mim que o deixaste de fazer.” ( paráfrase de Mateus 25, 31-46)

            Nesta passagem Jesus deixou bem claro que seremos responsabilizados pelos nossos atos, sejam eles bons ou maus.  Por isso é hora de deixarmos de lado o comodismo e começarmos a lutar pelos ideais dos mais fracos e sofredores deste mundo.  É hora de começarmos a pensar em trabalhar em favor dos dependentes químicos para que eles vivam com esperança e conheçam Jesus Cristo, o nosso salvador e o seu plano de salvação.

            Jesus veio salvar e buscar o que estava perdido.  Ele não veio para os sãos, e sim para os doentes.  Para ele, aqueles que estão perdidos às margens da vida também são preciosos e foi por eles que ele deu a vida na cruz.

            NÃO DEIXE QUE A PEDRA DO COMODISMO TE AFASTE DE DEUS

  LANCE-A PARA LONGE DE TI.